Setor de motos prevê crescimento

Se as vendas de motos seguirem o ritmo verificado em janeiro, a previsão dos fabricantes está totalmente equivocada. A expectativa traçada no início do ano foi de crescimento de apenas 1,6% nas vendas ao varejo, muito abaixo do que o mercado mostrou no primeiro mês do ano.

O resultado é o melhor dos últimos três anos para o mês de janeiro.

“Desde 2014 as vendas não começavam com números positivos e isto evidencia que as projeções de retomada vão se consolidar ao longo de 2018”, comemorou Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, a associação dos fabricantes.

Os números foram praticamente iguais aos de dezembro, que foi o melhor mês de 2017 (redução de apenas 0,6%).

As exportações também iniciaram 2018 com o pé direito: alta de 42,6% sobre janeiro de 2017 e de 15,8% sobre dezembro.

Estava mais do que na hora de uma retomada de crescimento no setor de motos, que já teve mais de dois milhões de unidades vendidas, isso em 2011, e que caiu pela metade: em 2017 foram apenas 850 mil.

Consórcio de Motos em Santos | São Vicente | Guarujá | Cubatão | Praia Grande | Paulinho Motos

Consórcio de Motos em Santos | São Vicente | Guarujá | Cubatão | Praia Grande | Paulinho Motos

2018-09-04T10:43:15+00:00